Pages

Ads 468x60px

.

sábado, 4 de agosto de 2012

Como conhecemos o amor?



São várias as formas de se conhecer o amor, podemos dizer que essa intensidade pode ser medida por uma série de "qualidades", o qual o famoso 1Coríntios 13 nos fala de forma tão surpeendente.

"O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas gozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta." 1Co 13:4-6

Certamente ao lermos essas palavras, geralmente, imediatamente fazemos uma ligação ao nosso cônjuge, ou a pessoas próximas, ao qual temos uma convicção que amamamos tanto.

Porém, a bíblia nos fala de um outro amor, um amor incondicional, o qual, ao sermos verdadeiramente mudado pelo amor de Deus, esse amor se hospeda em nós, por meio do Espírito Santo, e nos conduz a amar a todos, até mesmo os nossos inimigos. Será que esse amor realmente reside em nós?

"(..) suportando-vos uns aos outros em amor" Ef 4:2

Quando Paulo escreve essa frase em sua carta, ele não quer dizer que devemos "tolerar" uns aos outros, esse "suportando-vos" nos dá uma idéia realmente de "suporte", sustentação, e é para isso que serve o amor de Cristo em nós, esse amor que vai além de palavras, mas de atitudes de apoio ao próximo. 

 "Pois o amor de Cristo nos constrange (..)" 2Co 5:14

Será que conhecemos esse amor que chega a ser constrangedor por sua pureza? Esse versículo a seguir nos faz fazer essa reflexão.

"Nisto conhecemos o amor; que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar a nossa vida pelos irmãos. Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus? Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas de fato e de verdade." 1Jo 3:16-18

O esse texto nos fala é algo realmente desafiador. Deus não nos chama para apenas dizer "Deus abençoe" aos necessitados, mas sim, que façamos ações de "sustentação", que sejamos um pilar para muitos que não conseguem ficar de pé sozinhos.

Minha oração é que possamos amar não só por palavras e falas, mas de fato e de verdade. E isso fará uma real diferença para todos.

Façamos agora uma leitura correta desse lindo texto, Deus abençoe.

"O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas gozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta." 1Co 13:4-6



fonte:http://novosmoravios.blogspot.com.br/

0 comentários:

Postar um comentário