Pages

Ads 468x60px

.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Especial para as Mulheres



Muitas mulheres sofrem a tristeza de saber que seus esposos não estão servindo o Senhor. Talvez você seja convertida a Cristo, mas seu esposo ainda resiste ao evangelho. O que fazer agora? Pedro responde a esta pergunta: "Do mesmo modo, esposas, sujeitem-se a seus maridos, a fim de que, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavras, pelo procedimento de suas esposas, observando a conduta honesta e respeitosa de vocês" (1 Pedro 3:1-2 ). Nos versículos que seguem (3-6), ele fala sobre como a mulher devota deve conduzir-se. Não tente impressionar seu esposo com atitudes e modas mundanas.
Aqui estão algumas poucas sugestões específicas de como ajudar seu esposo a aceitar o Senhor:


1-Evite censurar e criticar (Provérbios 21:9). Isto só fará com que ele desgoste de você e rejeite o Deus que você serve.


2-Agrade-o e mostre seu amor (Tito 2:4). A verdadeira cristã será uma esposa melhor do que antes. Ela estará mais atenta ao seu esposo e suas necessidades.


3-?Seja uma boa dona de casa (Tito 2:5). Seja diligente com o seu trabalho domés-tico, cuide de sua família e continue a ler a Bíblia e a orar. É difícil, mas não impossível, conciliar estes vários deveres.


4- Leia 1 Coríntios 13:4-7 freqüentemente, até mesmo diariamente. Pratique cuidadosamente o que estes versículos ensinam.


5- Submeta-se a seu esposo em tudo, desde que ele não exija que você desobedeça a Deus. (Colossenses 3:18; Efésios 5:22-24; Atos 5:29). Ele entenderá melhor como submeter-se à autoridade de Deus se você lhe mostrar que pode ser submissa a ele. Se ele pedir a você que faça o que é errado, explique bondosamente sua determinação a colocar Deus em primeiro lugar, e não se abale dessa convicção.


6- Mantenha seu auto-domínio e seja paciente (Provérbios 16:32; 2 Pedro 3:9). Pode levar anos para abrandar seu coração teimoso. Enquanto ele estiver vivo, há esperança.


7- CONCLUSÃO : Ore constantemente (1 Tessalonicenses 5:17).


fonte:http://www.ministeriomontesinai.com

0 comentários:

Postar um comentário