Pages

Ads 468x60px

.

sábado, 7 de maio de 2011

ILUSTRAÇÃO

Mãe Doçura

Era uma vez, uma escola no interior da Áustria, em uma pequena aldeia aos pés das montanhas. Os alunos, em sua maioria, eram filhos de camponeses que aproveitavam as pastagens naturais desta parte da europa para criarem seus rebanhos. O professor tirava grande satisfação do seu trabalho, mas a tristeza que via nos olhos de um dos meninos lhe causou grande preocupação. Ele sabia que o rapaz vinha de uma familia muito pobre, cujo pai havia morrido prematuramente e que ficara cuidado por sua dedicada mãe, que não media esforços para sustentar o filho. Por isso, o professor resolveu lhe ensinar uma valiosa lição.

-jovem, disse o mestre, - tenho para ti uma tarefa importante. Se cumprires, terás a distinção de se tornar o lider de sua classe e a minha indicação para que prossigas teu estudo na grande universidade de Viena.

Isso foi para o rapaz uma grande surpresa. Jamais poderia sonhar que a vida lhe fosse grata depois de tudo o que passara.

quero que aches uma colméia de forma perfeita, na qual se observe o cuidadoso trabalho matematico feito pelas abelhas em cada um de seus favos. Mas não só isso: quero que esse favo de mel seja de tal forma perfeito, que a cada vez que dele se tire o saboroso caldo, mais ele produza e assim seja uma fonte inesgotável de mel.

O rapaz riu para si mesmo. Onde poderia achar tal coisa? Pensou até que o velho mestre estivesse criando uma desculpa para rejeitá-lo em sua pretensão de alcançar a universidade. Era uma missão impossivel! Um favo de mel magico que nunca perdesse a sua doçura?! O jovem passou horas meditando no sentido daquela tarefa, até que abandonou completamente a idéia, desprezando a hipotese de que seria possivel. No dia seguinte, como de costume, o rapaz estava sentado em sua carteira escolar com a tristeza de sempre, quando o professor se aproximou.

- jovem, disse ele, - antes que me digas que te pedi o impossivel, tenho para ti outra tarefa. Antes que o dia termine, faça sete pedidos a tua didicada mãe. Peça que ela te prepare a refeição; que te ajude na tarefa escolar; que te conserte uma roupa; que te dê uma atenção especial para uma conversa; que te faça a ceia da noite; que te prepare a cama, e que por fim, te conte uma história para que adormeças.
No dia seguinte, ao chegar a escola, o jovem sorria com uma alegria que não lhe era comum.junto com ele vinha sua mãe que parecia não entender a razão pela qual fora urgentemente chamada.

- mestre, disse o menino, entendi a tua liçãoe descobri o favo de mel do qual me falavas. Ao notar minha mãe atendendo aos meus pedidos com doçura e carinho, verifiqueique tinha em minha própria casa a tal riqueza que pensei não existir. Assim, descobri a solução do enigma e sei que me enviarás a viena. Eis aqui a minha mãe, um favo cuja doçura nunca tem fim.

Assim Deus vê a mãe, e ensina que todo filho deve honrá-la para que se prolonguem seus diassobre a terra e tudo lhe vá bem.


PARABÉNS A TODAS AS MAMÃES É O QUE DESEJA O BLOG MULHER CRISTÃ E SEUS DESAFIOS!
QUE DEUS ABENÇOE!

1 comentários:

  1. Querida irmã Juliana
    Obrigada! por sua visita, carinho e por seguir o meu blog.
    Que Alegria! ao receber sua meiga mensagem.
    Que DEUS a abençõe.
    Adorei seu blog. Parabéns!
    Sou sua mais nova seguidora, mas não achei seu link para levá-lo ao meu blog.
    A PAZ do Senhor Jesus querida irmã.
    Beijos

    http://suguedes2008.blogspot.com

    ResponderExcluir