Pages

Ads 468x60px

.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Como o Fraco Vira Forte‏

Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte. (II Cor 12:10)


Paulo sofria muito,por causa de uma provação que ele chamava de "espinho na carne". O contexto bíblico não explicita o que era o tal "espinho".
O apóstolo, ao orar intensamente sobre seu sofrimento, ouviu do Senhor uma explicação muito esquisita: "o Meu poder se aperfeiçoa na fraqueza." Em função disso,ele escreveu: " regozijo-me nas fraquezas... Pois, quando sou fraco é que sou forte."

Por que ninguém sabe, ao certo, a natureza do espinho do Apóstolo?
Uma das possíveis explicações: cada um de nós tem lá o seu próprio espinho, a sua própria provação. Enquanto estivermos vivendo aqui na Terra, teremos provações e tentações: sensualidade, inveja, ódio, preconceito, medo, impaciência, revolta... O ensino do Senhor a Paulo foi radical - enquanto insistirmos, com nossas próprias forças, em eliminar nossos espinhos ficamos mais escravos deles!

A explicação de Paulo está no princípio do verso: "por amor de Cristo".
Enquanto estivermos revoltados, irritados, chorosos, orgulhosos, a única coisa que conseguimos é aprofundar os espinhos. Regozijar-se nas fraquezas é olhar para as provações com os olhos de Cristo. Quando fazemos isto, sentimos a presença Dele. E, ao sentir a Sua presença, sentimos naturalmente a Sua força. A atitude de Paulo pode ser nossa atitude.
Porque este é o segredo da força cristã.
 
Louvado seja Deus.

1 comentários:

  1. Adorei o seu blog: vou seguir Sou Católico e sou Diacono. Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir