Pages

Ads 468x60px

.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

AS MULHERES MARAVILHOSAS DA BÍBLIA


A Bíblia fala de sete Marias, que com seus exemplos demonstram as virtudes que toda a mulher deve ter.
– No original hebraico, Maria significa literalmente: “Virtuosa”; em Pv. 31:10, há uma pergunta: Mulher, virtuosa quem a achará? No original está escrito assim:“mulher, Maria quem a achará?”.
1. Maria, ou Míriam, irmã de Moisés, Ex. 2, entusiasta, companheira e crítica.
2. Maria de Nazaré mãe de Jesus. Fervorosa, serviçal, obediente e humilde.
3. Maria Madalena, amorosa, generosa, firme no trabalho cristão.
4. Maria de Betânia, irmã de Lázaro, agradecida e atenta às palavras de Jesus.
5. Maria mulher de Cleófas, fidelidade e tenacidade diante das perseguições.
6. Maria mãe de João Marcos, o evangelista; valente e hospitaleira.
7. Maria de Roma, missionária ativa.
Há também aquelas mulheres maravilhosas que marcaram seus nomes na Bíblia, como exemplos de amor, de fé e obstinação no trabalho de Deus. São elas:
· Raabe, (Js. 2) a prostituta que morava em Jerico, que vendo o perigo eminente de destruição, se arrependeu de seus pecados e se converteu a Deus, salvou os dois espiões de Israel e também sua família, seu nome consta na genealogia de Jesus e na galeria de fé em Hb.11.
· Acsa, filha de Calebe que tendo recebido de seu pai terra seca; clama e intercede a ele que lhe dêem terra com fontes de águas. Sendo prontamente atendida. (Mostrando assim, persistência, visão espiritual e não conformação com os fatos áridos da vida).
· Ester, a rainha valente, salvou a vida de seu povo, os judeus.
· Débora, uma juíza exemplar, uma mulher patriota.
· Rispa, a mãe modelo, mãe amorosa, não abandonou seus filhos nem quando morreram; passando aproximadamente três meses enxotando as aves de rapina para que não comessem os corpos de seus dois filhos. Foi honrada por rei Davi, enterrando seus filhos nas sepulturas dos reis de Israel. (2 Sm. 21:8-14). Quantas mães já abandonaram seus filhos, mesmo vivos? Uma tristeza.
· Febe, Rm. 16:1,2; serviçal e colaboradora.
· Priscina, At. 18:26-28; esposa exemplar, companheira de todas as horas de seu marido, evangelista de mão cheia.
· Dorcas, At. 9:36, operosa nas boas obras. Foi ressuscitada depois de haver morrido, a pedido das pessoas que haviam sido beneficiada por ela. Deixou saudades.
· Lídia, At. 16; rica, porém, humilde e hospitaleira. Primícia de conversão na cidade de Filipos.
· Ruth, nora de Noemi, gentílica, fiel companheira, não abandonou sua sogra quando ela mais precisava, suas palavras ficaram marcadas como exemplos de grande fidelidade fraternal: Disse ele a Noemi: “Não me instes para que te deixes, e me obrigue a não seguir-te-ei porque aonde quer que fores, e onde quer que pousares, ali pousarei eu, o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. Onde quer que morreres morrerei eu, e aí serei sepultada; faça-me o Senhor o que bem lhe aprouver, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti” (Rt. 1:16,17)
· A esposa sábia de provérbio: “A casa e os bens vem como herança dos pais; mas do Senhor a esposa prudente” Pv. 19:14.
· A mulher sábia de provérbio: “A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos a derruba” Pv. 14:1
Mulheres! Deixem suas marcas na história desse século como mulheres virtuosas.
A missão sagrada de ser mãe está sendo bastante negligenciada
“Todavia, será preservada através de sua missão de mãe, se elas permanecerem em fé e amor e santificação, com bom senso.”.1TM 2:15
“Talvez um dos papéis mais preponderantes da mulher destacado na bíblia, seja o de mãe, embora todos os papéis sejam igualmente reconhecidos. Esse papel de mãe era tão importante nos tempos bíblicos que a esterilidade feminina chegava a ser considerada uma maldição divina, porquanto furtava a mulher de uma de suas funções mais importante na vida. Há casos destacados com especialidade como o de Sara ( Gn 17:15), Raquel (Gn30), e Ana (I Sm 1:2).

0 comentários:

Postar um comentário