Pages

Ads 468x60px

.

sábado, 16 de julho de 2011

Febre baixa e moderada: o que fazer?


Embora muita gente se preocupe somente com a febre alta, assim chamada quando a temperatura corporal ultrapassa os 39,5°C, não se pode desconsiderar a baixa, que varia entre 37,5°C e 38,5°C, nem a moderada, que fica entre 38,5°C e 39,5°C (independentemente de acometer um adulto ou uma criança). É que essas alterações também podem sinalizar doenças infecciosas, como as causadas por vírus, fungo ou bactéria – caso da gripe, faringite ou laringite –, ou não infecciosas, como os tumores. “É importante frisar que a febre favorece os mecanismos de defesa do organismo e a temperatura a que ela vai chegar depende da resposta imunológica de cada pessoa. 

“Por isso é que não dá para descartar a febre baixa, ainda mais nos recém-nascidos, já que ela faz parte do quadro de sintomas de infecções graves”, avisa a pediatra Josineide de Macedo Ramos, do Hospital Adventista Silvestre, no Rio de Janeiro. 

Apesar das febres baixa e moderada durarem cerca de 72 horas, não é recomendado ficar de braços cruzados esperando a temperatura baixar. “Quando isso acontecer, use pouca roupa, beba bastante líquido e tome um antitérmico, se o termômetro marcar mais do que 38,5°C. Caso a temperatura não diminua após dois dias, procure um médico”, diz a pediatra. Segundo ela, sem esses cuidados a pessoa corre o risco de ter um gasto energético intenso, queda no estado geral da saúde e má resposta imunológica.

0 comentários:

Postar um comentário